Aleatoriedades

TAG: Gosto e não gosto

fevereiro 12, 2018

Olá!
Fui tagada (é assim que se escreve?) pela Rititi do blogue Rititi decidiu escrever para responder a uma TAG intutulada "Gosto e Não Gosto", a quem eu agradeço, desde já, pelo desafio, porque eu adoro este tipo de posts.
As regras são simples: ser o mais aleatório e criativo possível, não repetir temas e dizer o blogue que vos desafiou.


Aleatoriedades

Atravessar passadeiras em segurança, por favor!

fevereiro 10, 2018

Olá!
Ainda não sei bem o que chamar a este tipo de posts. Reflexões? Aleatoriedades? São coisas do quotidiano, que precisam de ser discutidas, lembradas e relembradas. Enfim, é uma nova ideia que pretendo trazer aqui para o espaço, originária de textos que tenho escrito, à mão, quando a internet não colabora comigo.

Hoje quero falar de um assunto muito sério e sensível, um flagelo diário, uma questão de saúde pública.
Passo a explicar o que se anda a passar. Depois de 6 meses sem conduzir, voltei às estradas de Portugal e todos os dias passo por uma cidade, que como qualquer outra tem passadeiras (ainda por cima daquelas com lombas, que obrigam a circular a baixa velocidade para evitar ficar sem a suspensão do carro). Todos os dias tem sido uma luta para tentar não atropelar ninguém. Porquê? Porque muita gente não sabe atravessar passadeiras em segurança.

cruzar l'avenida
Fonte - Alessio Manzan

Cortefiel

Do mês: As compras (Saldos&Companhia)

fevereiro 05, 2018

Olá!
Ando a engendrar novos planos para o blogue, com o objetivo de introduzir mais rubricas e novas ideias (isto de ter pouca internet tem puxado muito pela minha imaginação), sendo este tipo de post uma delas: todos os mês, se assim o se justificar, mostrar as coisas que eu comprei e, se possível, as primeiras impressões.

Janeiro é, por regra, o mês dos saldos e, desta vez, isso não foi excepção para mim. Após uma análise minuciosa as peças que tinha no armário, pude verificar que faltavam-me camisolas de manga comprida ou de tecido mais quente para fazer sobreposições (famosa técnica da cebola), por estarmos no auge no Inverno. Posto isto, e já com a missão definida, parti em busca nas várias lojas físicas e online e consegui encontrar aquilo que queria.

Filmes

Movie 36 - Os restantes filmes de Janeiro

fevereiro 01, 2018

Olá!
Inicialmente pensei em fazer publicações exclusivas para cada filme que visse no âmbito do projecto Movie 36, contudo, cheguei à conclusão que, provavelmente, não teria depois sobre o que escrever para cada um deles, espcialmente se vários se debruçassem sobre o mesmo tema. Assim, e sempre que o justificar, faço uma publicação exclusiva para um determinado filme sendo que, para os restantes casos, agrupo.
Começo por dizer que comecei por falhar num dos objetivos a que me propus, que seria ir ao cinema uma vez por mês. Porquê? Porque não considerei o local onde vivo agora, temporariamente. Malta de Lisboa/Porto e outras grandes cidades: que inveja!! A sala de cinema mais próxima daqui fica a 30km e a oferta é, diga-se de passagem, má. Na melhor das hipóteses, só em Leiria ou Santarém (que ficam ambas a 100km se considerar o trajecto ida e volta). Já descobri que uma associação local faz projeções de filmes uma vez por semana (não dos que estão atualmente em exibição) pelo que vou ter de explorar essa opção.
Entretanto, e voltando aos filmes de Janeiro, consegui ver mais dois filmes (perfazendo, no total, 3 filmes), ambos numa daquelas tardes de cinema da SIC.

The Curious case of Benjamin Button

Brad Pitt and Cate Blanchett in The Curious Case of Benjamin Button (2008)
Fonte - IMDB

John Green

Livro do Mês: O Teorema de Katherine

janeiro 30, 2018

Olá!
Com a falta de Internet cá por casa (situação que já  começou a melhorar) e com uma televisão que apenas transmite os canais básicos, uma pessoa teve de arranjar outras formas de entretenimento. Entretanto, nesse meu tempo offline propus-me a uma série de desafios, para além do Movie 36, sendo que um deles seria ler pelos menos 1 livro por mês. 
Acho que são poucos os que sabem que, neste momento, ando a ler o Guerra e Paz do Tolstoi, que está dividido em dois livros (costumam ser 4 livros, mas edição que tenho juntou-os em dois, cada um com mais ou menos 700 páginas) e, sendo um livro com uma carga bastante pesada, quando acabei a primeira parte (isto é, metade do primeiro livro) tive a necessidade de fazer uma pausa para ler algo que fosse mais leve. 
Na mesma altura, a minha tia aproveitou uma promoção da Note e comprou este livro por 50% do preço e, ao ler o prefácio, considerei que ele se encaixava na categoria daquilo que queria ler.


Do mês

Série do Mês - Auschwitz: os nazis e solução final

janeiro 27, 2018

Há 73 anos, durante um Inverno particularmente rigoroso, as tropas soviéticas chegavam a uma pequena cidade no sul da Polónia. Entraram num complexo de aparência industrial, ultrapassando um portão de metal onde, na parte superior estava inscrita a seguinte frase: "Arbeit macht frei"- O trabalho liberta. Era tudo menos liberdade naquele local. À medida que as tropas percorriam as estradas daquele espaço, eram confrotados com uma realidade que julgavam que não ser possível.  Parecia que até Deus abandonara aquele local, deixando apenas algumas pessoas, demasiado frágeis para caminhar ou para estarem vivas, na verdade. Com as poucas energias que lhes restavam relataram o que se passou naquele local durante a guerra. Parecia uma história inacreditável, que alguns tentaram esconder, ao queimar documentos, edifícios, corpos e alguns tentaram (e tentam) negar. Parte até poderá ter sido perdida. Mas as maldades cometidas naquele local são demasiadas para serem ocultadas. Àqueles que a sobreviveram foi dada a oportunidade de terem uma voz e foram ouvidos. Alguns responsáveis confessaram os seus crimes. Hoje sabemos o que realmente aconteceu. E hoje é o dia de o relembrarmos.
Hoje, 27 de Janeiro, celebra-se o Dia Internacional da Lembrança do Holocausto, que coincide com o dia em que as tropas soviéticas libertaram o mais ínfame campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, onde decorreu o maior extermínio de massas da história da humanidade, com mais de 3 milhões de mortes, a maioria crianças e mulheres.

Auschwitz: The Nazis and the 'Final Solution'
Fonte - IMDB

Edward Snowden

Movie 36 - Edward Snowden - Exposição na Internet e Privacidade

janeiro 22, 2018

Olá!
Na sequência do post anterior, acerca da falta da internet, e como parte do desafio Movie36, nada mais pertinente do que vos falar do primeiro filme que vi em 2018.
Edward Snowden, um brilhante analista da CIA/NSA, tornou-se mundialmente famoso após denunciar, em 2013, o escândalo das escutas ilegais e acesso a informações privadas de cidadãos comuns americanos e estrangeiros, bem como um complexo esquema de espionagem americana contra outros países, de forma a obter vários benefícios, como aprovação de leis/regulamento/considerações em detrimento de outras. À conta destes factos, tornou-se um dos homens mais procurados no mundo e, hoje em dia, vive na Rússia num local não conhecido, para sua própria segurança.
O filme retrata a sua história de vida, como entrou para esta organização secreta americana, como era a sua vida e o impacto que isso tinha nas suas relações pessoais e as razões que o levaram a denunciar esses factos e as consequências que daí resultaram.
Joseph Gordon-Levitt in Snowden (2016)
Fonte - IMDB

© 2016-2018 Por onde anda a Sofia? All Rights Reserved. Com tecnologia do Blogger.